Como encontrei o Reiki, ou…

| Abril 24, 2012 | 0 Comments

… Como é que um Engenheiro – tão lógico e analítico – termina em um lugar como este??

por Christopher Buck

reiki_OM-Times Vários anos atrás, uma amiga minha decidiu que queria uma mudança na carreira e, por causa de uma afinidade para a cura, escolheu a Massagem Terapêutica. Eles haviam estudando Terapia Energética em sua escola naquela semana e, quando eu cheguei na casa dela para buscá-la para  jantar, ela me disse que queria me mostrar uma coisa muito legal que havia aprendido.

Sendo engenheiro analítico típico, do sexo masculino, eu nunca me interessei por essas coisas do tipo New Age,  mas quando uma garota bonita pede para você deitar em uma mesa de massagem, você obedece com entusiasmo. Eu estava me sentindo um pouco presunçoso, e sorrindo como o gato de Cheshire sobre a minha sorte, quando ela tirou esse pêndulo. Mantendo meu sorriso, e tentando não revirar os olhos, pensei comigo mesmo: “O que um cara não faz por um menina bonita. ”

Ela então começou a segurar o pêndulo sobre o que ela disse ser o meu chakra sacral. (algo como  o  olho interno.) Nada aconteceu. (Bem, claro que não!) Franzindo a testa, ela então passou a um chakra diferente, onde ela estudou intensamente  o movimento do pêndulo . Nada. Resmungando para si mesma, ela moveu o pêndulo para cima e para baixo do meu corpo, até que, finalmente, exasperada, ela disse, “Você está tão bloqueado!” (Bem…. Eu sou um cara!)

Assim, com um grande esforço da minha parte para parecer um tanto interessado e sensível, sugeri que ela me deixasse tentar. Ela pulou em cima da mesa, mostrou a localização do seu chakra sacral, e me disse como segurar a pêndulo sobre o lugar. Então eu fiz.

E não é que o pêndulo começou a girar em um círculo de duas polegadas de diâmetro?

Aquilo não estava certo! Além disso, não era possível. Então eu parei o pêndulo, preparei meu braço, segurei minha respiração e deixei-o livre.

E não é que o pêndulo começou a girar em um círculo de duas polegadas de diâmetro?

Quando o movia para fora do chakra ela parava. Passei o pêndulo para cima e para baixo do seu corpo por em cada chakra, e não havia movimento. Nenhum deles foi tão dramático quanto a sacral, mas …. o pêndulo reagiu a cada um. Ela finalmente tomou o pêndulo  da minha mão, porque perdi completamente a noção do tempo e ela estava ficando com muita fome.

Assim que atravessei a porta, pude sentir nitidamente  que a realidade segura do universo que eu conhecia, e entendia, começava a ruir.

Eu não entendi o suficiente sobre terapia energética. Precisei entender que não havia ciência por trás do que eu havia testemunhado. Me joguei  em pesquisas e livros (Energy Medicine, a base científica de James L. Oshman é muito informativa) . Fiz um curso de Reiki Usui com ela. Quando  ela descobriu uma aula de  Reiki Jin Kei Do , eu tentei  frequentar. Descobri que todas as modalidades de Terapia de Energia trabalham com a mesma energia –  é apenas o caminho por onde você se sinta mais confortável viajar .

Para mim, o Reiki Jin Kei Do se tornou o caminho, e ele mudou a minha vida. Pouco a pouco, aprendi a não pensar tanto e a confiar em meus sentimentos – uma transição muito difícil para um  engenheiro masculino lógico e analítico. Aprendi a sentir a energia que flui, porém, ao redor e entre nós. Eu ainda tenho um longo caminho a percorrer, mas estou no caminho que  preciso estar.

Obrigado, meu caro amigo, para balançar meu mundo!


OM Times Magazine »Saúde & Cura

Tags: , ,

Category: Saúde e Cura

Leave a Reply